- Ano I - nº 1 - Dezembro de 2006.                                                                              Direção: Osiris Costeira

AYURVEDA - Manuela Dumans Costeira

Éter, ar, fogo, água e terra: A base da medicina Ayurveda para entender a origem do universo e o corpo humano.

No Brasil, quando falamos em Ayurveda, a primeira coisa que o senso comum associa é à massagem – bastante em voga em spas, academias e espaços ligados à saúde e ao bem-estar. Entretanto, o que a maioria não sabe é que por trás desta terapia corporal existe um vasto conhecimento que remonta 5000 anos e cuja base está na compreensão dos cinco elementos da natureza. De origem sânscrita, a palavra Ayurveda significa “ciência de vida” e pode ser vista como um sistema holístico de medicina, uma vez que enxerga o ser humano como “um universo dentro de si mesmo, composto de corpo, mente e espírito, sendo que seu estado de saúde reflete a harmonia dinâmica entre estes três fatores”. 1.

A base metafísica do Ayurveda está na filosofia Samkhya, que compreende a criação do universo como uma progressão dos cinco elementos a partir da energia que flui da consciência cósmica. Segundo esta teoria, deste estado de consciência surgiu o som silencioso aum e, através de sua vibração, tornou-se possível o aparecimento do elemento éter. A movimentação do elemento etéreo deu origem ao ar, que é visto como o éter em atividade. Esta ação produziu uma fricção, de onde foi gerado calor e de onde se manifestou o elemento fogo. O calor foi responsável pela dissolução e liquidificação de certos elementos etéreos, fazendo surgir a água que, ao se solidificar, permitiu que ocorresse a formação das moléculas da terra. Esta, serviu de base para a constituição de toda matéria contida no universo.

Assim, uma vez que éter, ar, fogo, água e terra estão presentes em toda matéria existente no cosmo, o corpo humano também é uma manifestação destes elementos. Tanto na sua constituição, como nas funções, assim como nos cinco sentidos, tais elementos estão presentes mostrando que o homem é verdadeiramente um microcosmo da natureza. É justamente neste sentido que a medicina Ayurveda classifica cada indivíduo, através de um princípio conhecido como tridosha: Éter e ar são responsáveis pelo vento corporal chamado de vata; Fogo e água são a base de pitta, enquanto terra e água constituem kapha. Esses três elementos – vata, pitta, kapha – governam todas as funções biológicas, psicológicas e fisiopatológicas do corpo, da mente e da consciência. 2

Para Ayurveda, a compreensão destes três doshas é a principal ferramenta do autoconhecimento e da autocura. Em um breve resumo, poderíamos dizer que tudo aquilo que tem movimento em nosso corpo é governado por vata: respiração, divisão celular, piscar dos olhos, atividades do coração, pulmão, estômago e intestinos, além de sentimentos e emoções como timidez, medo, ansiedade, entre outros. Pitta, representado pelo elemento fogo, é responsável pela digestão, temperatura corporal, metabolismo, coloração da pele, etc. Estimula também raiva, ódio e ciúme. Já o dosha kapha, uma vez que é formado por água e terra, torna-se responsável pela estrutura física do corpo. Além disso, tem como função lubrificar as articulações, umedecer a pele, promover a estabilidade e o peso do corpo. Psicologicamente, está associado a emoções de apego, avareza, cobiça, expressando também tendências para a calma, o perdão e o amor.

Cada dosha apresenta suas características de acordo com o elemento da natureza que reproduz. A constituição básica de cada indivíduo depende da percentagem de vata-pitta-kapha em seu biotipo, que é determinada no momento da concepção. Ao longo da vida, a partir do contato com o ambiente externo, tais elementos passam a interagir, promovendo uma comunicação direta entre o micro e o macrocosmo.

Dessa forma, fica fácil entender o conceito de saúde para o Ayurveda. Quando uma pessoa é saudável, significa que as três bioenergias citadas acima estão em equilíbrio. Por outro lado, a doença, seja ela física, mental ou emocional, atinge o corpo humano quando um dos cinco elementos se desestabiliza. Por isso, o propósito do Ayurveda é a manutenção diária da saúde através da prevenção de doenças no intuito de fazer com que o Homem mantenha a cada dia sua mais plena integração com os cinco elementos que são, na verdade, o seu grande elo com a fonte criadora.



(1) Apostila do curso “Princípios básicos da medicina ayurveda”, ministrado pelo IBRATA (Instituto brasileiro de terapias Ayurveda) em 2006.

(2) LAD, Vasant. Ayurveda - A ciência da autocura: um guia prático. SP: Ground Ltda, 1997.

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".