- Ano VI - nº 3 (61) - Abril/Maio de 2013.                                                                Direção: Osiris Costeira
 

CAMINHOS DA MENTE - Ricardo de Lima Costeira - ricardo@wfde.com

 

Ansiedade e Procrastinação

 

Dando continuidade ao artigo Ervas Daninhas (Edição nº60 - Fevereiro/Março de 2013), falaremos agora sobre duas das três ervas daninhas mentais: a Ansiedade e a Procrastinação.

No próximo número, finalizando a trilogia de artigos sobre o tema, falaremos sobre o Medo, demonstrando diversas técnicas para superá-lo e seguir adiante na realização daquilo que desejamos.

ANSIEDADE

Ansiedade é uma pequena corrente de medo fluindo pela mente. Se encorajada, ela abre um canal por onde todos os outros pensamentos são drenados.

                                                                                          Arthur Somers Roche

Uma das razões porque pensamentos positivos e afirmações não são eficazes em reduzir a ansiedade é porque a fonte não se encontra em seu consciente.

Durante o dia, você é capaz de ter vários pensamentos. Acredita que alguns são reais, enquanto instantaneamente, classifica outros como fantasia. São os pensamentos que classifica como reais que guiam e criam suas experiências. São eles que, ao serem imaginados, geram em seu corpo algum tipo de emoção.

Tentar usar o pensamento positivo para diminuir a ansiedade é como tentar eliminar as ervas daninhas retirando apenas sua parte visível. Se não arrancar suas raízes, eliminando a fonte de seu crescimento, elas facilmente crescerão novamente. Exatamente como a ansiedade voltará a se manifestar quando suprimida pelo pensamento positivo. A única maneira de eliminá-la é encontrando as raízes do que acredita.

Compreendendo que suas crenças são a fonte do que experimenta, você agora tem que responder a algumas perguntas.

Quais são as suas crenças? Aonde elas se encontram? E por que elas são tão poderosas?

Essas são perguntas importantes. Então começaremos aprendendo um pouco mais sobre elas.

O que acontece quando tenta racionalizar suas ansiedades? Nada. Seu corpo continua ansioso, não importando quantos argumentos lógicos você imponha.

Uma maneira de entender como a ansiedade se manifesta é percebendo como seu corpo e mente interagem.

Você possui uma mente racional e lógica, chamada de CÓRTEX, onde os processos mentais conscientes se realizam. Esta parte está conectada aos seus músculos, enviando mensagens sobre como se mover e que ações tomar em seu mundo.

Ao mesmo tempo, seu sistema nervoso autônomo se comunica com seu corpo através do subconsciente. Lembre-se, sua mente subconsciente se comunica através de EMOÇÕES. Então, ao invés de se comunicar com seus músculos, ele se comunica com seu coração, olhos e pulmões. Quando percebemos perigo, esse sistema nervoso envia uma mensagem ao seu coração para que ele bata mais rápido e o retire desta situação. Enfrentando-a ou fugindo.

Suas crenças estão associadas ao sistema nervoso autônomo, criado para retirar seu corpo do perigo. Através dele, seu subconsciente as manifesta no corpo através de sensações, fora do controle de sua mente racional. É assim que funcionam os detectores de mentira. A máquina lê essas sensações subconscientes durante as diferentes respostas que damos. O corpo segue a mente, manifestando suas crenças atraves de sensações físicas.

Existem duas maneiras de eliminar a ansiedade, arrancando suas raízes mentais. A primeira é através da imaginação ativa. Neste processo, após identificar sua fonte, você mentalmente revive esta situação mudando o desfecho que gerou esse sentimento, alterando a EMOÇÃO vinculada no seu subconsciente.

Recordando. Sua mente subconsciente não distingue entre realidade e imaginação. Só se importa com a emoção vinculada ao evento.

A segunda maneira de mudar essas reações subconscientes é aumentando sua habilidade de agir independente das emoções presentes em seu corpo. Se existe alguma situação que gere ansiedade, enfrente-a, mostre à sua mente subconsciente que não há nada a temer. Altere a emoção agindo e sentindo de forma diferente da habitual.

De posse deste conhecimento, altere ou enfrente a ansiedade toda vez que ela se manifestar. Retire o poder emocional destas situações, agindo de uma maneira que o leve adiante, em direção ao que deseja realizar em sua vida.

PROCRASTINAÇÃO

pro.cras.ti.na.ção sf (lat procrastinatione)

Ato ou efeito de procrastinar; adiamento, delonga, demora.

Procrastinar é o mau hábito de deixar para depois de amanhã o que deveria ter feito antes de ontem.

                                                                                              Napoleon Hill

Classifico ansiedade, medo e procrastinação como ervas daninhas porque são a mesma espécie de emoção. Elas são interdependentes e crescem juntas. Por medo você adia a realização de seus sonhos e com isso gera ansiedade em seu corpo.

Para retirar essas pragas, é preciso dar o primeiro passo: caminhar pelo seu jardim mental arrancando-as pela raiz. Enquanto estiver paralisado pelo medo, isso não acontecerá, e elas continuarão a crescer, retirando não só a vitalidade do seu corpo, mas também toda a vida de suas sementes de sucesso.

Neste capítulo, apresento um exercício para que você identifique o que o faz adiar seus sonhos. Faça-o imediatamente. Não deixe para depois. É esse tipo de atitude que o mantém afastado de seus sonhos. Mude sua atitude. Só assim seu solo mental se verá livre destas pragas, tornando-se fértil o bastante para promover o crescimento de seus ideais.

“A busca pela perfeita oportunidade se transforma em procrastinação. Sua idéia pode ou não ter mérito. A chave é começar a realizá-la”.

                                                                                       (Autor Anônimo).

Por que você adia?

Por que não faz as coisas que quer fazer?

Por que tem grandes sonhos, mas não age constantemente para que se tornem realidade?

A resposta é encontrada na primeira lei de Newton ou princípio da inércia:

“Todo corpo permanece em seu estado de repouso ou de movimento uniforme em linha reta, a menos que seja obrigado a mudar seu estado por forças impressas a ele.”

Deixe-me explicar.

Digamos que queira alguma coisa, qualquer coisa que seja. Vamos chamar de sucesso, simplesmente. A realidade é esta: se é sucesso o que mais quer neste mundo, então irá conseguir. Entretanto, se quer fugir de seus medos para um lugar seguro, então você deseja segurança mais que sucesso, por isso não realiza seus sonhos.

As desculpas ou razões são sempre as mesmas: “não sou esperto o suficiente”; “não tenho dinheiro”; “não mereço mais do que possuo”; “não tenho educação o suficiente”; “não sou qualificado para isso”. Tudo isso é o que mantém você longe de seus sonhos. E a maneira de descobrir o que está escondendo de si mesmo é aprender a fazer as perguntas certas. Você sabe todas as respostas. O problema é que não faz as perguntas corretas.

Apresento aqui duas delas, que podem resolver a maioria dos dilemas: “Qual o benefício de não realizar meus sonhos?”; “Por que vou sair desta situação?”.

Acredite, você está obtendo um benefício em não realizar seus sonhos e precisa descobrir qual é para que possa eliminá-lo. A princípio este conceito pode parecer uma mentira, porque você ainda não aceitou a responsabilidade pela sua situação atual e continua a culpar as circunstâncias externas. Mas busque no seu interior e irá perceber que há uma razão para que continue onde está. E essa é uma pergunta que só você pode responder.

Um dos benefícios ocultos é que você não precisa sair de sua zona de conforto. Mesmo que esteja infeliz na situação em que se encontra, você pode ter se convencido de que ir atrás do que deseja é mais difícil e doloroso do que continuar onde está. Você pode se sentir miserável, mas no fundo está confortável. Está em território conhecido.

Agora pergunte-se: “O que tenho medo que aconteça se ..........” (preencha com seu sonho).

Isto abrange as mudanças em seu estilo de vida, que deverão ser feitas para que alcance seu objetivo, como também o que os outros irão pensar.

Para obter o sucesso que quer e merece, deve antes responder a essas duas simples questões. Pegue papel e caneta e escreva no início do papel: “Os benefícios de não realizar meus sonhos são:”. Liste no mínimo 20. Se não consegue pensar em nenhum, suponha e escreva. No momento em que chegar a 10 ou 15, seu subconsciente tomará o controle. Escreva o que vier à sua cabeça, não importando o quanto comum e insignificante possa parecer. Apenas permita que sua mente divague e o guie pelo caminho. Seja o mais específico que puder. Não racionalize. Viaje. Lembre-se de que, para realizar seus sonhos, deve antes responder a essas questões.

Agora se pergunte de que maneira seus medos e adiamentos lhe foram benéficos. Perceba que o medo se manifesta por uma finalidade específica. Encontre essa finalidade e pergunte se ela ainda lhe serve. Talvez ela não lhe sirva mais e seja tempo de superar este medo e seguir adiante. Deixar de adiar seus sonhos e começar a realizá-los.

Quando você identifica e decide que não precisa mais ter medo, ele naturalmente desaparece. Quando está preparado para isso, fica livre para seguir adiante na conquista daquilo que quer, e o faz de maneira fácil e alegre.

E então, está preparado para deixar de adiar seus sonhos, ou vai continuar nesta situação um pouco mais? Quem sabe amanhã? A escolha é sua.

Na vida, você pode ter somente duas coisas – RAZÕES OU RESULTADOS – e razões não contam! Ou você tem o que quer, ou tem RAZÕES do porque não tem. Procrastinar é ter medo de realizar. A cura é acreditar que este medo não lhe serve mais.  

 

Extraído do livro

 JARDIM DE REALIZAÇÕES.

Semeando Sucessos. Colhendo Vitórias

 

 RICARDO COSTEIRA

 

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".