- Ano VII - nº 3 (67) - Maio /Junhode 2014.                                                                Direção: Osiris Costeira
 

CAMINHOS DA MENTE - Ricardo de Lima Costeira - ricardo@wfde.com

 

Símbolos

 

"O inconsciente sabe mais que o consciente, mas seu saber é de uma essência particular, de um saber eterno que, frequentemente, não tem nenhuma ligação com o “aqui” e o “agora” e não leva absolutamente em conta a linguagem que fala nosso intelecto.”

                                                                Carl Gustav Jung

 

Se você buscar no dicionário (Dicionário Michaelis – Moderno Dicionário da Língua Portuguesa) o significado de símbolo, encontrará, dentre outras, estas definições: “1-Qualquer coisa usada para representar outra, especialmente objeto material que serve para representar qualquer coisa imaterial: O leão é o símbolo da coragem. A pomba com um ramo de oliveira no bico é o símbolo da paz. 2-Divisa, emblema, figura, marca, sinal que representa qualquer coisa. 3- Psicol. Imagem que representa e encerra a significação de tendências subconscientes. 4-Ret. Figura que consiste em substituir o nome de uma coisa pelo de um sinal que o uso adotou para a designar.”

Todas estas definições comprovam o que vou revelar a seguir, sobre o modo como nosso cérebro armazena e codifica tudo o que vivemos, experimentamos e aprendemos em nossa vida.

Usando esse conhecimento de forma correta e ativa, você será capaz de criar o que decidir, imprimindo em seu subconsciente imagens de sucesso que materializarão naturalmente seus desejos, por mais impossíveis que eles possam parecer.

Nós não pensamos em palavras ou frases, mas em quadros e/ou imagens. As palavras são a matéria prima do pensamento. Quando faladas ou lidas, o cérebro as converte automaticamente em quadros mentais.

Dependendo da carga emocional vinculada a esta imagem no subconsciente, emoções desagradáveis ou agradáveis podem surgir. E esta é a prova irrefutável de nossa programação interna, referente ao símbolo que esta imagem representa.

Faça um teste. Se possível, crie o hábito de SENTIR que tipo de EMOÇÃO certas imagens produzem em seu corpo. Crie um diário, relatando o que cada imagem despertou em você. Esse exercício constante o ajudará a identificar bloqueios, e o tornará consciente de suas programações subconscientes, que são a causa do sucesso ou fracasso em diversas áreas de sua vida.

Ao identificar uma emoção desagradável, tome consciência da imagem que causou este desconforto. Em um local calmo e reservado, busque em sua memória o acontecimento que gerou esta emoção e imagine-o de forma diferente. Mude a emoção predominante.

Lembre-se de que não há limites em sua imaginação e que – como foi apresentado no capítulo “Tríade Mental”- seu subconsciente não distingue entre realidade e ficção. Portanto, cabe a você imaginar a vida como quer que seja.

Se, ao buscar a fonte de seu desconforto, não conseguir identificar ou relembrar o acontecimento, ele pode ter ocorrido antes do desenvolvimento de seu consciente. Se for este o caso, imagine uma nova realidade sentindo a emoção desejada. Reconstrua seu passado da maneira que quiser, e o seu presente será alterado.

É importante destacar que, ao reviver mentalmente estas situações, você deve participar ativamente e não como mero observador. Somente desta forma será possível sentir a emoção e conscientemente mudá-la. Para isso sugiro um exercício.

Relembre um acontecimento que o faça sentir uma emoção agradável. Guarde essa sensação. Agora, enquanto revive mentalmente a situação que quer alterar, sinta essa emoção agradável. Desta maneira, você mudará a emoção associada a essa situação em seu subconsciente.

O subconsciente é atemporal, não possui noção de tempo e espaço. Para ele, a vida é um eterno presente, todos os acontecimentos se realizam agora. Ao imaginar um acontecimento futuro ou passado, você sentirá a emoção no presente. Use isto a seu favor e recrie-se a cada dia, permitindo-se viver a vida que deseja agora.

Como dito anteriormente, no início do livro, se você quer mudar a sua vida, precisa separar um tempo para se conhecer melhor e principalmente descobrir o que quer e o que não quer. Ao fazer isso, suas metas serão claras e seu corpo e mente trabalharão em harmonia na materialização de seus objetivos.

Neste livro, os símbolos da natureza representam os estágios de desenvolvimento de seus projetos. São símbolos comuns a todas as pessoas do mundo, mantendo seu simbolismo independente da religião ou cultura local.

Podem ter diferentes explicações, mas a energia primordial, seu significado intrínseco, é o mesmo.

Consciente de seus significados mais profundos, você usará o poder emocional destes símbolos na jornada de criação da sua nova realidade. Renascendo, com esse novo entendimento que começa a germinar em sua consciência.

  

Extraído do livro

 JARDIM DE REALIZAÇÕES.

Semeando Sucessos. Colhendo Vitórias

 

 RICARDO COSTEIRA

 

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".