- Ano I - nº 10 - Setembro de 2007.                                                                           Direção: Osiris Costeira

CRISTALOTERAPIA - Margot Valle Ferreira.

A Classificação dos Cristais sob a luz da Cristaloterapia: Cristais Geradores e Drusas.

Certamente você já se deparou com diversos tipos de cristais, de diferentes formas, tamanhos e cores. Mas, talvez, você não saiba que a classificação destes minerais sob a luz da Cristaloterapia seja bem diferente daquela fornecida pela ciência que estuda as rochas – Petrologia. A Petrologia leva em consideração não apenas a origem das rochas onde os cristais se formam, mas também diversos fatores, tais como: temperatura da rocha, a composição química e a estrutura geométrica e molecular dos átomos que os compõe.

A classificação oferecida pela Cristaloterapia é bem diferente da classificação Petrologia, porém elas não se anulam, mas complementam-se. A classificação da Cristaloterapia leva em consideração, sobretudo a morfologia externa do cristal, sua capacidade de emissão energética, os tamanhos, as associações inter-cristais e relaciona tudo isso as variadas possibilidades de seus usos individual ou coletivo.

Sob essa ótica, os cristais podem ser classificados em: Geradores, Agregados ou Drusas, Tabulares, Biterminados, Arquivistas, Arco-Íris, Projetores Programados, Fantasmas, Bola, Professores e Mestres.

Neste artigo iniciamos a apresentação dessa classificação detalhando os Cristais Geradores e as Drusas, para que você possa identificá-lo mais facilmente quando os adquirir. Nos artigos subseqüentes daremos seqüência nesta apresentação.

CRISTAIS GERADORES

São cristais isolados e límpidos. Possuem seis faces unidas num ápice e podem apresentar base nebulosa e ápice límpido. São úteis na canalização de energia curativa e são ótimos acumuladores de luz, que é projetada pela ponta.

Os Cristais Geradores promovem a concentração, intensificam e dirigem a energia entre chacras, bastando-se apontar seu ápice para os mesmos, promovendo dessa forma, sua purificação ou renovação energética. Também são ótimos para movimentação energética em ambientes.

Podemos encontrar, ainda, Cristais Geradores de Ametista, Citrino e Quartzo Enfumaçado.


Cristal Gerador de Quartzo Límpido.

CRISTAIS AGREGADOS OU DRUSAS

As Drusas são cristais muito conhecidos e admirados por sua beleza. Trata-se de um agrupamento de vários cristais isolados sobre uma única base. Representam a comunidade evoluída, vivendo harmoniosamente sobre uma verdade em comum: a base.

Em Cristaloterapia usamos as Drusas, principalmente na limpeza de ambientes em geral. São excelentes purificadores de outros cristais e jóias, que devem ser colocados sobre elas por, no mínimo, três horas.

Como representam vários indivíduos vivendo em plena harmonia, as Drusas são indicadas para harmonizar pessoas isoladamente ou em grupos, como famílias e colegas de trabalho. Bastando para isso, colocar uma foto da pessoa ou do grupo sobre o cristal até que a harmonia se restabeleça.

Colocado diretamente sobre os chacras, as Drusas dissolvem energia negativas ou indesejáveis; facilitando, dessa forma, a atuação de outros cristais.

As Drusas mais comumente encontradas no Brasil são as de Ametistas, mas também existem outras, como as de Citrino, Quartzo Fumê, Fluorita ou Wulfenita.


Drusas ou Agregados de Ametista.

Um forte abraço e até o próximo número!!!

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".