- Ano I - nº 11 - Outubro de 2007.                                                                           Direção: Osiris Costeira

CRISTALOTERAPIA - Margot Valle Ferreira.

A Classificação dos Cristais sob a luz da Cristaloterapia – Parte II: Cristais Tabulares, Biterminados e Arquivistas.

Dando continuidade ao artigo anterior, neste você conhecerá as principais características morfológicas dos Cristais Tabulares, Biterminados e Arquivistas, bem como eles podem ser utilizados na Cristaloterapia.

CRISTAIS TABULARES

Os Tabulares são cristais mais difíceis de encontrar do que os geradores e as drusas, que apresentamos no artigo anterior. Eles podem ser singulares ou serem uma variação dos agregados. Duas características os identificam: possuem dupla terminação e no ápice, tem dois maiores dentre os seis lados que o formam. Seu poder de transmitir energia está na dupla terminação.

Na Cristaloterapia, os cristais Tabulares são indicados para equilibrar a energia entre duas partes, ou seja, duas pessoas; entre chacras. Estes cristais não quebram padrões pessoais antigos, como ocorre com alguns outros cristais. Os Tabulares estabelecem uma ponte entre o Eu Superior e o Eu Inferior; entre o exterior e o interior.


Cristal Tabular.

CRISTAIS BITERMINADOS

Os cristais Biterminados possuem dupla terminação, como seu próprio nome sugere. Neles, a energia flui através de ambas a s terminações. A força desse cristal reside no seu corpo e flui pelos ápices. São poderosos instrumentos de manipulação energética, pois podem absorver energias negativas por um dos ápices e dispersá-la pelo outro.

No tratamento terapêutico, os Biterminados são ótimos quando usados entre chacras fazendo com que a energia acumulada em um possa fluir para o outro. Podemos encontrar cristais Biterminados de vários tipos, como os de quartzo límpido, de turmalinas, de citrinos; de quartzo enfumaçado, entre outros.


Cristais Biterminados de Quartzo Límpido.

CRISTAIS ARQUIVISTAS

Acredita-se, os cristais Arquivistas possuem este nome porque armazenam muita sabedoria e que quando sintonizados através de meditações avançadas, podem revelar os conhecimentos milenares do universo. Dentro dessa crença, estes cristais teriam um sistema de segurança próprio e somente os puros de coração seriam capazes de sintonizar-se com eles. Talvez, por essa razão, não seja nada fácil encontrar um cristal arquivista nas casas do ramo.

Estes cristais não nos trazem a cura, mas a sabedoria, que possibilita ao individuo que com ele sintonizar a intensificação de sua própria luz e, por essa razão, é indicado para uso através da meditação, quando se deseja encontrar sabedoria e evolução pessoal.

Sua marca registrada é a presença de um triângulo eqüilátero gravado em uma de suas faces e não muito visível. Um cristal Arquivista pode ser encontrado também numa drusa, como as de ametista, ou citrinos ou quartzos enfumaçados.


Cristal Arquivista.

Um forte abraço e até o próximo artigo !!!

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".