- Ano VI - nº 7 (58) - Outubro/Novembro de 2012.                                             Direção: Osiris Costeira

O ONTEM HOJE

 

Durante o processo psicoterápico, de técnica psicanalítica ou não, um dos momentos mais difíceis para o paciente é quando ele toma conhecimento da sua realidade de HOJE, o momento em que ele relaciona o que sentira antes – no passado – e o que está sentindo hoje, no AGORA.

Nesse momento ele toma consciência que muito do seu AGORA é tão somente o que sentiu num passado distante em que ele não era ELE, de hoje, e sim um personagem de sua infância ou adolescência vivenciada HOJE, como adulto.

E esse adulto de HOJE nada tem com aquela criança/adolescente de muitos anos atrás. Mas que comanda a vida até hoje, até o AGORA.

Aquele é como se fosse um fantasma que insiste em participar da sua vida de AGORA, como se fosse hábil e absoluto conhecedor de suas qualidades/valores adquiridos ao longo do tempo, independente do que era antigamente.

E sinaliza o seu dia de HOJE com as mesmas características de muitos anos antes, num momento que você era outro, não o de HOJE.

E esses pacientes tomam conhecimento de que são outros, AGORA, não mais aqueles que sofriam com o desamor e a menos-valia arbitrados por uma mente infantil/adolescente que direcionava  a sua vida.

E é a hora do recomeço. Ou da manutenção de sua vida atual. Valorizar o que conquistou ao longo de toda uma vida, ou se render à criança que vivenciava e vivencia até agora todas as suas emoções e prazeres. Ser AGORA ou ser ONTEM. A escolha é sua.

Este é o grande dilema que os pacientes se deparam nessa fase de suas psicoterapias ao visualizarem o contexto maior de suas vidas, em que o personagem representou muito mais do que o próprio ator. Ele.

E sempre dizemos que a Vida é, sem dúvida, um milagre em sendo maravilhosa em todos os seus aspectos, e que precisa ser vivida em seu detalhe mais precioso que é a da troca de AMOR, no dar e receber o afeto não só com as pessoas com quem convive, mas, principalmente, com a pessoa mais importante de sua vida: você.

Nesta fase é preciso que este paciente entenda que o passado não existe mais, só havendo o HOJE, que precisa ser vivenciado da melhor maneira possível para que amanhã tenha boas recordações do HOJE, que será o ONTEM.

É sempre difícil recomeçar. Dói, e muito, pois estamos atrelados a aspectos tidos como certos, e válidos, para uma determinada verdade. Verdades essas criadas por outras pessoas e seguidas por nós. Não por “Nós”.

Por tudo isso, amigos, conclamo a todos, pacientes ou não: vamos viver o AGORA, o HOJE, com todo o cabedal de conhecimentos adquiridos, capazes de desconstruir um passado que não nos pertence mais, e que merece ser refeito e aperfeiçoado com tudo que merecemos pelo que somos.

E é nesse momento que nos lembramos das palavras do grande Mestre CHICO XAVIER (1910-2002) que nos ensina, em um de seus escritos psicografados que:

“NÃO RECLAMES NEM TE FAÇAS DE VÍTIMA. ANTES DE TUDO, ANALISA E OBSERVA. A MUDANÇA ESTÁ EM TUAS MÃOS. REPROGRAME TUA META, BUSQUE O BEM E VIVERÁS MELHOR. EMBORA NINGUÉM POSSA VOLTAR ATRÁS E FAZER UM NOVO COMEÇO, QUALQUER UM PODE COMEÇAR AGORA E FAZER UM NOVO FIM”.

    

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".