- Ano IX - nº 3 (72) - Junho / Julho / Agosto de 2015.                           Direção: Osiris Costeira

OS VERBOS AMAR

 

O nosso país atravessa uma fase de sua história bastante tumultuada, aonde aspectos éticos, morais e mesmo legais são burlados por um grupo cada vez maior de pessoas, inclusive dirigentes, visando o proveito próprio, quando a "coisa" pública e coletiva se mistura e se incorpora à "coisa" particular e pessoal.

E com isso, a intranquilidade do povo, em todas as suas camadas socioeconômicas, se mostra cada vez mais nítida e objetiva, visualizada através de constantes manifestações públicas, com passeatas, "quebra-quebras", greves e atos de  desacato à autoridade governamental.

Mas, ao nosso ver, visto não sermos políticos nem economistas para analisar e julgar com conhecimento esses fatos, nesses mesmos  fatos está embutida uma "patologia" tão grave quanto a ruptura dos preceitos da Lei e da Ordem Cívica, e que seria a origem de tudo: o DESAMOR das pessoas às coisas e aos indivíduos que as rodeiam.

E isto porque todos - ou quase todos - se movem em busca de proveito próprio, de modo egoísta e onipotente, jamais imaginando as necessidade, ou os direitos, dos demais cidadãos.

E, desta forma, não exercem a abrangência do AMOR, principalmente por não se lembrar que existem vários verbos AMAR e que todos existem para serem sentidos e usados, diariamente, com todos e também consigo próprio.

AMAR é, também, ter afeto, respeito, lealdade, honestidade, não prejulgar, compartilhar, dividir, ensinar, permitir ser amado e, principalmente, perdoar.  

Enquanto não aprendermos a conjugar todos os verbos AMAR, e em todos os tempos e modos, continuaremos a nossa "vidinha" pobre e medíocre, circunscrita a modestas 24 horas, sem amanhã, sem sonhos para realizar. Sem AMOR.

E sem AMOR não sentimos  VIDA. Consequentemente, DEUS.

 

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

 

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".