- Ano I - nº 9 - Agosto de 2007.                                                                              Direção: Osiris Costeira

ENEAGRAMA - Marcia Campbell Stockler.

Para quê Eneagrama, hoje?

Alguém que percebe os sinais e SABE QUE O ACASO NÃO EXISTE poderá intuir porque está lendo este artigo, aqui e agora.

É parte de uma minoria que encontra guarida nos movimentos “alternativos”. Não se contenta mais com as regras do bando, com seu comodismo e sono milenar; quer mais. Se incomoda, se inquieta. Sente que há algo além do sono e da hipnose coletiva vigente. Sua ATENÇÃO se volta para encontrar a porta estreita de saída mesmo sabendo que o trajeto é da busca quase solitária. Por isso insiste, lê, procura, se abre; percebe o que acontece externamente como a manifestação de algo que foi evocado em seu próprio interior. Se faz silencioso, atento, ávido por compreender os indícios, as pistas: se faz todo “antenas”.

O Eneagrama é tão antigo como a própria vida espiritual dos mestres milenares, que durante séculos orientavam os seus discípulos a partir desta compreensão vasta, profunda e iluminada. Disponível no Programa elaborado pelo médico, psicoterapeuta e escritor Cláudio Naranjo, é o passo inicial para aqueles que se interessam em caminhar em direção à sua verdade mais profunda.

O Eneagrama ajuda a desmontar nosso Sansara. Sua função inicial visa localizar o traço predominante em cada personalidade. Este traço é a forma deturpada e repetida de perceber e reagir ao mundo externo, aprendida desde quando éramos crianças, numa busca incessante de obter amor dos pais. Como o traço fundamental é nosso auto-engano por excelência, pois acreditamos que sem ele não podemos sobreviver, precisamos de ajuda externa para identifica-lo. Ao fornecer os meios para percebermos a forma condicionada em que vivemos. O Eneagrama apresenta-se como um trabalho além do autoconhecimento e da compreensão de nossa psique. É a própria confirmação da prisão a que estamos submetidos e a oferta de encontrar a tão desejada liberdade.

Os conhecimentos contidos no Eneagrama possibilitam a desidentificação com o que conhecemos como “eu”, permitindo compreender o modo neurótico com que cada um de nós tenta preencher seu vazio existencial. Como um “moinho de moer egos”, se inspira na visão do caminho espiritual como um despertar da consciência do SER, através da consciência do ego. Aponta para um território de possibilidades ilimitadas, à medida que a consciência e a capacidade de compreensão e lucidez substituem o fazer automático, ou seja, as crenças e paixões fixadas em padrões cristalizados e asfixiantes.

Até bem pouco tempo restrito a círculos de tradição oral, este sistema é capaz de mostrar com assustadora fidelidade nossa visão de mundo, desejos, contradições e pontos cegos. Ele é a própria consciência desperta a desmontar esses pontos, onde a visão acerca de nós mesmos e de nossa relação com os outros se tornou completamente obliterada. É o esfacelamento da neurose e o vislumbre de tempos de abertura, fluidez e de uma mente desimpedida.

O modelo desenvolvido por Naranjo para o conhecimento milenar do Eneagrama é considerado hoje o mais profundo, completo e abrangente estudo da personalidade e da essência humana. Têm sido utilizado com enorme eficácia nos meios terapêuticos e educativos, bem como em empresas e no desenvolvimento harmônico das famílias. O processo associa a parte teórica e o trabalho meditativo e terapêutico com uma série de elementos e exercícios interpessoais, dramatizações e expressão corporal. O cultivo da atenção em seus mais diversos estágios (mental, emocional e do comportamento) bem como o estar presente aqui e agora completam o primeiro trecho da viagem. Torna-se evidente o quanto a experiência compartilhada com outras pessoas torna este aprendizado mais rico, tocante e revelador.

O Homem é verdadeiramente sua consciência, o Homem é sua capacidade de compreensão; conhecer este trabalho é poder contar com uma ajuda definitiva e substancial, na busca de nossa humanidade e abertura para a vida, a realização e o amor.

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".