- Ano XI - nº 2 (78) - Abril / Julho 2017.                           Direção: Osiris Costeira

FITOTERAPIA - Iára Vieira. - iarasovieira@gmail.com

O Uso Indiscriminado de Psicofármacos Trazendo Dependência Física e Psíquica. Uma Proposta Naturalista

 

Nos dias de hoje, o que muito preocupa é ver a quantidade de pessoas, principalmente mulheres,  fazendo uso indiscriminado de ansiolíticos e antidepressivos, muitas vezes sem indicação médica e que acabam desenvolvendo dependência física e psíquica destas medicações.

A automedicação já é a maior causa da dependência física e psíquica, mesmo sendo remédios controlados.

Os ansiolíticos benzodiazepínicos quando utilizados por alguns meses podem levar às pessoas a um estado de dependência. Como consequência, sem a droga o usuário passa a sentir muita irritabilidade, insônia excessiva, sudorese, dor pelo corpo todo, podendo, nos casos extremos, apresentar convulsões.  Também  podem causar tolerância (com o passar do tempo, a pessoa  tem que aumentar a dose para sentir o mesmo efeito que fazia anteriormente). 

Os ansiolíticos produzem uma depressão da atividade do nosso cérebro que se caracteriza por:

1) diminuição de ansiedade;

2) indução de sono;

3) relaxamento muscular;

4) redução do estado de alerta.

Estes estados emocionais sempre em desequilíbrio, alteração da qualidade do sono, a tensão quase que diária, o organismo sempre em estado de alerta possibilita a instalação de uma variedade de doenças. 

Já vimos em artigos anteriores como a  Psicossomática  se ocupa do estudo das doenças do corpo físico que se originam dos pensamentos, emoções e sentimentos em desequilíbrio. Quase todas as doenças se originam daí e se manifestam através do desequilíbrio de três sistemas básicos, psíquico, neurológico e imunológico, e a manifestação da doença se apoia no desequilíbrio deste tripé.

Como proposta, vamos conversar sobre  algumas  Ervas e Plantas Medicinais voltadas para o equilíbrio do Sistema Nervoso que, utilizadas sob a supervisão de um profissional, podem trazer alívio aos desagradáveis sintomas da ansiedade.

 

 

ERVAS QUE ATUAM NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

 

1) Utilizadas como Ansiolíticos

CAMOMILA (Matricaria chamomilla) - possui ação antiespasmódica (contraturas musculares),  ação carminativa (combate a formação de gases estomacais e intestinais) e atua como um calmante leve.

CRATAEGUS (Crataegus oxyacantha) - atua como sedativo do Sistema Nervoso Central,  hipotensora (produz vaso dilatação), é um tônico cardíaco, promove o equilíbrio entre a pressão arterial e os batimentos cardíacos; sedativo para instabilidade; insônia; angústia; sensação de vertigem; cefaleias; distúrbios da menopausa; sedativo, ao deitar.

KAWA KAWA (Piper methysticum) - indicada para distúrbios relacionados ao estresse e à ansiedade; ação relaxante muscular central (ação exercida pelos benzodiazepínicos); ação sedativa (sem produzir efeitos de narcóticos); melhoras da atenção, do rendimento do cérebro; melhoras da qualidade do sono. Contra indicada para quem tem problemas no fígado pois os princípios ativos necessitam de grande atividade hepática.

PASSIFLORA (Maracujá - Passiflora alata/incarnata) - utilizado como sedativo e na insônia como hipnótico (indutor do sono); antiespasmódico; na excitação nervosa; nevralgias; neurastenias; perturbações nervosas da menopausa; hipertensão arterial; auxiliar no tratamento do alcoolismo.

MULUNGU (Erithrina mulungu) - ação sedativa sobre o Sistema Nervoso Central; relaxante da musculatura lisa; calmante na agitação nervosa e insônia; coadjuvante nas dores reumáticas e nevrálgicas.

VALERIANA (Valeriana officinalis) - ação sedativa sobre o Sistema Nervoso Central; antiespasmódica; indicada para a neurastenia; angústia, histeria; irritabilidade; insônia de fundo nervoso; palpitações nervosas; distúrbios da menopausa.

Essas são apenas algumas indicações, já  que o assunto é vasto e requer maiores  detalhamentos.  Nos próximos artigos vamos ver com detalhes as aplicações possíveis de cada erva mencionada, além de outras que também podem ser usadas.

Aproveito para solicitar aos nossos queridos leitores que, ao enviar suas dúvidas, sugestões ou solicitações de tratamento, confiram seus emails para que possamos responder.  Infelizmente tenho quase 40 solicitações que não puderam ser atendidas por problemas com os emails que retornam.

 

 

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".