- Ano III - nº 5(26) - Setembro de 2009.                                                               Direção: Osiris Costeira

FITOTERAPIA - Iára Vieira. - iarasovieira@gmail.com

Preparação e Utilização de Plantas Medicinais - Parte 1.

1- RECONHECIMENTO

 

A melhor maneira é o contato com a planta em seu estado natural. É importante aprender a usar os sentidos:

          Visão: forma da planta e das folhas, cor das flores e frutos.

          Olfato: cheiro próprio da planta.

          Tato: tocar as folhas e outras partes da planta (folha suave ou áspera).

          Gosto: sabor adocicado ou amargo.

 O mais importante ao utilizar plantas medicinais é conhecer os vários aspectos:

           *Forma de preparar o remédio.

           *Parte da planta utilizada.

           *Dose utilizada.

           *Propriedades medicinais.

           *Problemas e doenças que podem ser resolvidos.

           *Efeitos colaterais que podem ocorrer.

Estes conhecimentos podem ser resgatados da própria comunidade, em reuniões e discussões sobre o tema, e reforçadas pelas informações trazidas nos livros e apostilas que tratam do assunto. Se houver variação na época da colheita ou então na forma de preparação, também haverá variação nos efeitos que a planta medicinal tem no organismo.

 

2- RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DE PLANTAS MEDICINAIS

 

As plantas medicinais não substituem as orientações dos serviços de saúde. Nunca troque um medicamento prescrito por uma planta medicinal indicada por amigos ou vizinhos.

As plantas ajudam a preservar a saúde, mas podem fazer mal se usadas de modo errado. Siga corretamente o modo de preparo e uso:

           *Fazer uso das plantas conhecidas e de procedência idônea.

           *Não utilizar plantas de identidade duvidosa.

           *Não coletar plantas medicinais em locais próximos a lavouras, pois podem ter sido contaminadas por agrotóxicos ou venenos.

          *Nunca use plantas colhidas à beira de córregos, lagos e lagoas, elas podem estar contaminadas.

           *Não utilizar plantas colhidas na beira de estradas ou em locais poluídos, a fumaça dos veículos contém substâncias tóxicas que ficam aderidas nas plantas.

           *Não utilizar plantas furadas, amareladas, manchadas, folhas velhas demais (perdem princípios ativos) ou novas demais (o sistema de defesa pode torná-las tóxicas).

           *As plantas devem ser secas à sombra por alguns dias, em local bem arejado, até ficarem quebradiças.

            *Plantas aromáticas podem ser utilizadas frescas.

            *Após a secagem, guardar em vidros fechados, em local escuro; com identificação no rótulo contendo o nome da planta e a data de coleta.

             *Ter cuidado ao comprar plantas medicinais. Verifique a identidade e o estado de conservação (umidade, mofo, insetos).

             *Somente compre plantas de fornecedores conhecidos e de confiança. Use somente plantas conhecidas ou indicadas por quem as conhece. Plantas diferentes podem ter o mesmo nome.

             *Evitar usar misturas de plantas. Nem todas as plantas podem ser usadas da mesma forma, e a mistura pode causar efeitos não esperados.

             *Não utilizar plantas durante a gravidez e lactação, a não ser sob orientação médica. Existem plantas abortivas que podem causar sérios problemas ao bebê e à mãe.

             *Algumas plantas medicinais são recomendadas para uso externo por suas propriedades cicatrizantes e antisséticas e não devem ser tomadas como chás.

             *Com as plantas, podemos fazer compressas ou cataplasmas para uso externo.

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".