- Ano III - nº 1(22) - Janeiro/Fevereiro de 2009.                                                              Direção: Osiris Costeira

FLORAIS - Ana Lucia Magnelli.

Florais de Minas IV.

É muito bom poder voltar a escrever sobre um assunto que, pelo menos para mim, é de grande interesse: florais, flores, vida.

Quando imagino um mundo sem flores, percebo que não tem vida. Este é o meu modo de pensar.

Cuidar das plantas, ver suas folhas crescerem e delas saírem suas lindas flores. Que coisa mais bonita e, neste ponto, vemos como a natureza é sábia, pois até sem cuidados as flores das matas, da serra, somente com os cuidados da natureza, elas, as flores, estão aí para nos alegrar e dar mais vida e cor ao nosso mundo. Quanta sabedoria.

Acho que a natureza, com sua grande sabedoria, percebeu que nós, seres humanos, iríamos precisar dela para poder nos tratar das diversas aflições que cada vez mais nos atingem neste mundo que escolhemos viver.

E neste artigo vou escrever de uma aflição humana muito comum nos dias de hoje: SOLIDÃO

Se pararmos para avaliar, o ser humano se encontra cada vez mais sozinho e se sentindo vazio, vazio este que ele precisa preencher com coisas externas (bebidas, jogos, dependências, etc). Todos se afastam da solidão. Mas, por alguma razão, algumas outras mergulham nela. Trancadas em si mesmas, estas pessoas não conseguem enxergar a beleza que se encontra ao seu redor, por conseguirem somente olhar para si mesmas.

Então vamos ao grupo da SOLIDÃO (como nos artigos anteriores, escreverei primeiro os correspondentes, que são três e, a seguir, os acrescentados por Breno, mais três).

WATER VIOLET  - TROPAEOLUM (faz parte da família das Tropaeoláceas, parecendo ser originária dos campos altos e pedregosos dos Andes Peruanos, também conhecida como Capuchinha, Chagas, Chagas-de-Cristo, Flor de Sangue, Mastruço, Mastruço-do-Peru, Chagas-de-São-Francisco e Agrião do México. O tipo Tropaeolum é muito seguro de si, solitário, reservado, talentoso, transmitindo paz e serenidade aos que o rodeiam. Não suporta perder sua liberdade individual. A essência floral trabalha auxiliando a pessoa na percepção que a superioridade dos sentimentos de humildade, modéstia e o valor da verdadeira sabedoria. O tipo negativo desta essência carrega um certo ar de desdém, mesmo tendo muito para dar).

IMPATIENS – IMPATIENS (faz parte da família das Balsamináceas, plantas herbáceas de caule ereto. Conhecida também como Beijo, Beijinho, Beijo-de-frade, Maria-sem- vergonha, Balsamina, Não-me-toques e Erva-impaciente. As pessoas Impatiens não suportam a lentidão das outras, preferindo fazer por elas mesmas. São de ação e iniciativa, não aceitando ser dirigidas. Mas, como Breno escreve lindamente em seu livro: “ A Alma Impatiens precisa compreender que tudo está ocorrendo a seu tempo e em seu devido lugar, por mais que as aparências externas a leve a achar o contrário.”).

HEATHER – HELIANTHUS (faz parte da família das Compostas. É o Girassol, uma herbácea originária do Peru, sendo essencialmente um remédio floral para a cabeça e o coração do homem. As pessoas deste tipo são carentes afetivamente, autocentradas e detestam ficar sozinhas, ocupando sempre a atenção dos outros que estão ao seu redor. Como desvitalizam muito facilmente as pessoas a sua volta, acabam sozinhas, sendo até mesmo evitadas. “O nome Helianthus vem do grego helios e anthos, e quer dizer “Flor do Sol”.”).

As outras três essências são:

NICOCIANA – pertencente à família das Solanáceas, é uma essência obtida das flores do Tabaco ou Fumo. Essência útil para pessoas egocêntricas, solitárias e emocionalmente grosseiras. Fogem de todo e qualquer compromisso para se sentirem sempre “livres” para realizar as suas proezas, pois são pessoas aventureiras, destemidas, valentes e fortes, mas desordenadas e descuidadas, que sempre procuram um desafio que exija coragem física (tipo guerreiros, “dubles”, praticantes de artes marciais). Esta essência vai desenvolver nas pessoas a percepção de que há limites e fronteiras físicas para a capacidade humana. “A coragem física necessita ser sublimada em coragem moral.” Para este tipo de personalidade, o risco físico externo é mais fácil de ser enfrentado do que o risco de olhar para si mesmo.

PIPERITA – pertence à família das Labiadas, é uma erva rasteira conhecida como Hortelã-pimenta ou Menta. Essência muito usada para indivíduos de pensamento lento (e físico também). Aqui, não existe desinteresse frente às situações, mas simplesmente uma lentidão natural, onde a pessoa reage muito vagarosamente às excitações externas. A essência Piperita vai trabalhar na Alma a rapidez e prontidão para os mínimos julgamentos e situações que constantemente somos obrigados a enfrentar. É uma essência usada na Fórmula de Aprendizado, ajudando na dificuldade escolar.

TABEBUIA – pertencente à família das Bignoniáceas, é a essência preparada a partir das flores do Ipê amarelo. Sua floração é característica, pois ocorre no auge do inverno, época na qual todas as outras plantas encontram-se secas e voltadas para si mesmas, para poderem florir na primavera. O Ipê, perdendo todas as suas folhas, concentra todas as suas forças na floração, como um aviso de que as chuvas e as bênçãos estão para retornar na primavera. É uma essência floral utilizada com o objetivo de autocura (quando todas as forças – físicas, psíquicas, espirituais – estão aparentemente exauridas, estando no local apenas a esperança como uma luz acesa). Ajuda a Alma a potencializar os seus recursos internos para a obtenção da recuperação. Para situações de conflito psíquico ou físico, onde a exigência de esforço e concentração é muito grande (a pessoa se sente sem saída, sem opção). É uma essência que vitaliza e concentra energias curativas. 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".