- Ano II - nº 7(19) - Julho/Agosto de 2008.                                                              Direção: Osiris Costeira

FLORAIS - Ana Lucia Magnelli.

Florais de Minas III.

Nada melhor do que a primavera para continuar falando de flores. É de admirar a profusão de cores e aromas que, espalhados pelo ar, a mim, pelo menos, inspiram pela beleza das paisagens floridas, diferenciadas e, quando observadas sob a ótica dos florais, a personalidade de cada flor ali, no canteiro, na árvore, ou em qualquer lugar, oferecendo o seu melhor para nos fazer melhor também.

Então vamos começar, ou melhor, continuar.

No artigo anterior, descrevi o grupo do Medo. Neste, descreverei o grupo das essências para a Incerteza ou Indecisão. Seguirei o mesmo esquema, descrevendo, primeiramente os semelhantes e, depois, os complementares.

No sistema inglês, este grupo é composto por 6 essências. Já no sistema mineiro, ele é composto por 10. Então, vamos lá.

Cerato – Emilia (também conhecida como Bela-Emília ou Jasmim-azul. Para pessoas que vivem pedindo conselhos e opiniões aos outros, por não se sentirem convictos, sempre acometidos por dúvidas, com fraco sentimento de identidade, podendo, com este comportamento, imitar os outros, esquecendo-se de si mesma. A essência atua fortalecendo a integração da individualidade global, despertando a convicção pessoal.)

Gentian – Sonchus (também conhecida como Serralha. Para pessoas pessimistas, que desanimam frente a obstáculos, achando que estão sempre marcando “gol-contra” na vida. Sentem que nada parece funcionar. A essência atua “trazendo a luz do “sol interno” . Faz surgir a fé, esperança e crença na vida).

Gorse – Aleluia (também conhecida como Azedinha-do-campo, Aleluia-amarela, Trevo-azedo ou Três-corações. Para pessoas que “não conseguem ver a luz no fim do túnel”. Encontram-se resignadas, sem fé, sem esperança na própria recuperação. Muito usada em portadores de doenças crônicas, desesperadas, que já tentaram tudo. Atua despertando na Alma energias de fé e de esperança.)

Hornbean – Foeniculum (também conhecida como Funcho, Erva-doce ou Finóquio. Para aquelas pessoas que não se sentem capazes. Indicada para as épocas de readaptação a novas circunstâncias – como nascimento de filho, casamento, mudança de trabalho – que exigem um gasto energético muito grande. Atua intensificando as vibrações da vitalidade interna da mente e do corpo. É uma essência revitalizante.)

Scleranthus – Fícus (é a fruta, Figo. Indicada para aquelas pessoas que sempre se sentem indecisas diante do que escolher, oscilando diante das possibilidades que lhes são oferecidas e que, ao escolherem, podem se arrepender da escolha feita por falta de certeza e convicção. Atua trazendo clareza mental e estabilidade psíquica).

Wild Oat – Origanum (obtido da Manjerona ou da chamada Flor-do-himeneu. Indicada para pessoas que se sentem perdidas quanto ao rumo a tomar na vida, não sabendo o que fazer, podendo fazer muitas coisas, mas nenhuma lhe trazendo satisfação. Para a falta de vocação – sendo por isto muito utilizada na adolescência, quando se precisa escolher que carreira seguir – de idealismo, frustrações profissionais. Para pessoas desmotivadas, entediadas com o dia-a-dia. Ajuda despertando um ideal associado a um sentido profundo de vida. Trabalha a motivação interna, dentro de um propósito superior.

A este grupo, Breno acrescentou mais 4 essências, que são:

Althaea – é a Malva-rosa ou Malva-real. É indicada para as pessoas que não se sentem pertencentes a lugar nenhum. Sentem-se rejeitados socialmente, excluídos da família e/ou de um grupo. Por duvidarem de sua própria condição de cidadão, fogem de compromissos sociais. A essência atua ajudando na pessoa o despertar das responsabilidades pessoais, alinhando o propósito interno e as necessidades coletivas. Desperta na pessoa o sentimento de pertencer a um grupo, a uma família, ao mundo. A pessoa volta a conviver socialmente, sentindo-se parte integrante do todo.

Borragine – é a essência da flor da Borragem. Para pessoas pessimistas, que durante a vida interiorizaram muita falta de fé e de esperança. Usada na depressão crônica, na sensação de abafamento e de aperto no peito, acompanhada de tensão no plexo solar. Essência útil a velhos, órfãos, viúvos e pessoas solitárias, pois atua ajudando a afastar pensamentos sombrios e negativos, fazendo “florescer” novas perspectivas pessoais. Desperta uma “animada” coragem àquelas pessoas abandonadas à própria sorte. Borragine também é usada nos estados de convalescença e de debilitação orgânica em geral.

Eucalyptus – é a flor do Eucalipto. Essência muito usada em pessoas psiquicamente instáveis, com personalidades complexas e contraditórias, que oscilam entre simpatia e antipatia, sinceridade e cinismo, coragem e medo, fraqueza e submissão (estão sempre oscilando entre 2 extremos. Tal oscilação acarreta uma perda de rítmo na pessoa, em virtude de carecer de concretização nas coisas da vida.) Também é útil como coadjuvante nos tratamentos respiratórios por trazer rítmo e sincronia às energias de concretização.

- Devo fazer uma parada para um esclarecimento: como puderam notar, tanto o Eucalyptus como o Fícus, trabalham ambivalências. Mas, Fícus trabalha indecisão no sentido de escolha, fazendo a pessoa se sentir sempre em dúvida: sair/ficar em casa, comprar um carro/comprar uma bicicleta, ir a um bom restaurante/a uma pizzaria. Já o Eucalyptus trabalha opostos de um mesmo continuum, não escolhas. Trabalha extremos: antipatia/simpatia, medo/coragem, otimismo/pessimismo.

Ígnea – flores do Cipó-de-São-João, Flor-de-São-João, Cipó-de-Fogo, Cipó-pé-de-lagarto ou Marquesa-de-belas. É uma essência usada para as pessoas que se apegam às ilusões da vida, isto é, situações entre escolher “valores internos” ou “segurança externa”. Para pessoas que valorizam muito mais o luxo, a ostentação, para os vaidosos, com forte auto-identificação física. Para pessoas que não medem esforços para conseguirem o que querem no sentido material, desconectando-se, conseqüentemente, dos valores espirituais. Quando ocorre uma rejeição à vida terrena, ao próprio corpo físico e aos aspectos mais densos da vida manifesta. Para as pessoas que não se sentem à vontade dentro de seus próprios corpos, tentando sempre modificá-los, sem nunca se sentirem satisfeitos. Esta sensação irradia-se para a vida cotidiana, social, etc. Para pessoas que valorizam o externo em detrimento do interno. Esta essência catalisa mudanças agudas, sublimando e purificando os conceitos adquiridos ou impostos pela família, sociedade, conceitos estes que podem mascarar a livre manifestação da individualidade pessoal (Alma). Alinha os corpos físico, psíquico e espiritual. Desperta a vontade de crescimento na Terra.

Abaixo, as fotos das flores.

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".