- Ano VI - nº 7 (58) - Outubro/Novembro de 2012.                                                                Direção: Osiris Costeira

OS GRANDES MESTRES - Osiris Costeira - osiris.costeira@uol.com.br

 

Mestre Kuthumi

     I - Do Egito ao Taj Mahal

 

Kuthumi, ou Koot Hoomi, do pouco que se sabe a respeito de sua vida mundana, nasceu no século XIX na Índia, e pertencia à classe dos punjabis, tendo a sua família se estabelecido na região da atual Cachemira.

Estudou na Universidade de Oxford a partir de 1850, e antes de regressar à sua terra natal passou um bom tempo em Dresden, Wurzberg, Nurenberg e na Universidade de Leipzig, onde, em 1875, esteve com o Dr. Gustav Fechner, o fundador da Psicologia moderna.

Encerrada a fase de viagens e de aproximação com a civilização ocidental, Kuthumi recolheu-se a um mosteiro de lamas em Shigatse, Tibet, de onde enviava vários escritos a alguns dos seus seguidores. Essas cartas encontram-se conservadas nos arquivos do Museu Britânico.

 

 

Segundo o conhecimento esotérico, Kuthumi foi o faraó Tutmósis III, no período do Império Novo, por volta de 1460 AC, expandindo de tal forma o poderio tecnológico, científico e militar dos egípcios que eles dominaram quase todos os povos do Oriente Médio.

TUTMOSÍS III

Uma das mais marcantes reencarnações de Kuthumi foi como Pitágoras, considerado um dos maiores filósofos gregos, vivendo no século VI AC. É relatado por vários estudiosos da época que, quando jovem, Pitágoras demonstrava uma série de conhecimentos inéditos para sua idade, debatendo com sacerdotes e estudiosos, buscando compreender as razões e os meios para obter provas científicas da lei divina revelada a ele em meditação. Sua busca o levou à Palestina, Arábia, índia e, finalmente, aos templos do Egito, onde encontrou as respostas que procurava com os sacerdotes de Mênfis, que o iniciaram nos mistérios de Ísis, em Tebas.

O sábio grego formulou grande parte dos conhecimentos que dariam origem à geometria de Euclides, e as idéias astronômicas que conduziriam às hipóteses de Copérnico, influenciando grandes filósofos como Platão, Aristóteles, Agostinho, Tomás de Aquino e Francis Bacon. A escola pitagórica ainda exerceu forte influência durante vários séculos por toda a chamada Magna Grécia.  

Baltazar, um dos três Reis Magos, também faz parte da linhagem encarnatória de Kuthumi. É considerado Rei da Etiópia, e trouxe o tesouro do seu reino, a dádiva do incenso, ao Cristo, o eterno alto sacerdote.

Kuthumi esteve encarnado como São Francisco de Assis, uma grande alma que renunciou à família e à sua fortuna, abraçando a simplicidade da pobreza e dando um grande exemplo para sua época ao viver entre os pobres e leprosos. Afirmava que a sua alegria era indizível ao imitar a compaixão de Cristo.

 

 

Ele também esteve presente como Imperador Mogul da Índia, o Xá Jahan, no século XVI. Derrubou o governo corrupto de seu pai, Jahangir, e restaurou em parte a nobre ética do seu avô Akbar, o Grande. Durante o seu reinado, foi considerado um rei iluminado e a corte Mogul atingiu seu ápice. A Índia entrou numa era de ouro, com grandes obras nas artes e arquitetura.

Ele construiu monumentos impressionantes por toda a Índia, alguns dos quais podem ser vistos ainda hoje. 0 Taj Mahal - "o milagre dos milagres, a maravilha final do mundo" - foi construído como um mausoléu para sua amada esposa, Murmaz Mahal, que morreu em 1631 ao dar à luz seu décimo quarto filho.

Anteriormente, Kuthumi era chohan do Segundo Raio da Iluminação Divina, e agora serve, com Jesus, como instrutor mundial. É o hierarca da Catedral da Natureza, na Cachemira, índia, e líder dos Irmãos do Manto Dourado. Kuthumi também mantém um foco em Shigatse, Tibet.

Outro foco de sua existência atual localiza-se na ilha de Cyprus, onde mantém uma pequena e organizada colônia de estudos que por meio de sua música, afinada com a música das esferas, ele atrai as almas, pelo som sagrado que é Deus, para fora do plano astral até os retiros esotéricos da Fraternidade.

A filosofia de seus ensinamentos pode ser revista nos vídeos abaixo, na esperança que sejam aceitos, absorvidos e vividos intensamente.  Aproveitem.

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".