- Ano V - nº 10 (50) - Setembro de 2011.                                                              Direção: Osiris Costeira

TERAPEUTAS E TERAPIAS - Osiris Costeira - osiris.costeira@uol.com.br

Shapiro e a Psicoterpia do EMDR

 

Francine Shapiro, psicóloga norte-americana, foi a criadora do método psicoterápico do EMDR (Eye Movement Desensitization and Reprocessing (Dessensibilização e Reprocessamento através de Movimentos Oculares), a partir do final da década de 1980.

Senior Research Fellow no Mental Research Institute, Palo Alto, Califórnia, Estados Unidos da América, Diretora Executiva do EMDR Institue, Watsonville, também na Califórnia, e Presidente Emérito do EMDR Humanitarian Assistance Program, apresenta interessante ocorrência na historiografia do nascimento de seu método psicoterápico.

Foi no ano de 1987, enquanto caminhava por um parque carregando lembranças desagradáveis em sua mente. De repente percebeu que, em determinado momento, essas lembranças desapareceram e, quando evocadas novamente, provocavam sentimentos bem menos intensos. Intrigada, ela repetiu o resgate de lembranças ruins até que percebeu a ocorrência de movimentos bilaterais, rápidos e involuntários, de seus olhos enquanto revivia as cenas.

Segundo os seus seguidores, o EMDR produz um efeito direto sobre o modo como o cérebro funciona, permitindo que se normalize o processamento de informações, fazendo com que as imagens, sons, sentimentos e sensações não sejam outra vez revividos quando o evento traumático é trazido à memória.

Ele pode ser lembrado, mas seu efeito perturbador desaparece ou diminui sensivelmente. E, ao que tudo indica, o processo EMDR parece ser similar ao que ocorre naturalmente durante o sono REM (Rapid Eye Movement) quando sonhamos.

Desta maneira, o EMDR pode ser visto como uma psicoterapia baseada na ativação de recursos fisiológicos, que faz com que o material perturbador perca sua força dentro do psiquismo.

A conclusão sobre o efeito terapêutico foi consolidada em pesquisas posteriores. Na primeira das mais de 12 publicações norte-americanas sobre o tema, Francine Shapiro conta as experiências com veteranos da Guerra do Vietnã que se livraram dos chamados “flashbacks” do conflito - estrondos de bombas e tiros ecoando na mente, por exemplo - após as sessões de movimentos oculares.

Alguns estudos científicos, metodologicamente acompanhados, têm mostrado que o EMDR é eficaz. Dentre eles, o Journal of Consulting and Clinical Psychology publicou em 1995 uma pesquisa desenvolvida por Wilson, Becker e Thinker. Nela os autores demonstraram que 80 indivíduos portadores de TEPT - Transtorno de Estresse Pós-Traumático - melhoraram significativamente com EMDR; 15 meses depois ainda exibiam os mesmos resultados satisfatórios.

Ainda segundo Francine Shapiro, quando o paciente combina a memória do trauma aos movimentos laterais dos olhos, ativa mecanismos cognitivos e fisiológicos que reprocessam o trauma e dessensibilizam a ferida, como sugere o nome da terapia.

Inicialmente indicada para o tratamento das sequelas provocadas pelo Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), a EMDR foi mais tarde estendida a quadros de ansiedade generalizada, fobias, síndrome do pânico, depressões e, de modo promissor, às manifestações sintomáticas das doenças psicossomáticas.

Oferecemos aos nossos leitores um vídeo – dividido em três partes - bastante interessante que focaliza uma sessão de Psicoterapia do EMDR para que possamos ter uma idéia inicial desta terapia.

 

http://www.youtube.com/watch?v=ENCkmX2m_LQ

http://www.youtube.com/watch?v=ikLsXvD1wGs&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=WwMqMFP6_2I&feature=related

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".