- Ano IV - nº 12 (40) - Novembro de 2010.                                                              Direção: Osiris Costeira

TERAPEUTAS E TERAPIAS - Osiris Costeira - osiris.costeira@uol.com.br

A Alegria de "Patch" Adams

Hunter “Patch” Adams, médico norte-americano (28/05/1945), nascido em Washington, distrito de Columbia, se tornou conhecido através de sua técnica de Risoterapia, ou terapia pelo riso, principalmente para as crianças hospitalizadas, transformando desde a década de 60 do século passado os quartos dos hospitais que visita em um verdadeiro picadeiro com o seu grupo de palhaços.

Em sua história, aos 16 anos vivenciou uma grave crise depressiva após a morte de seu pai, sendo hospitalizado numa clínica psiquiátrica. Pouco tempo depois de se recuperar, um de seus melhores amigos é assassinado. Apesar de todas as perdas afetivas, desde o tempo da hospitalização psiquiátrica que ele propõe que ajudar o próximo é a melhor forma de esquecer os próprios problemas, principalmente se feito com bom humor e muito amor.

Esses conceitos já iriam caracterizar a sua conduta na Faculdade de Medicina de Virgínia, exuberantemente feliz e apaixonado pelo cuidado aos pacientes. Ao término da faculdade, em 1972, fundou o Instituto Gesundheit (saúde, em alemão) instalando-o em 317 acres de terra montanhosa em West Virginia, para assistência médico-ambulatorial absolutamente gratuita.

A vida de Hunter “Patch” Adams foi retratada em 1998 no filme “O amor é contagioso” com o ator Robin Williams no papel principal, e serviu de inspiração para o surgimento de vários grupos “doutores da alegria”, espalhados pelo mundo, inclusive no Brasil.

Em 2007, quando em visita ao Brasil, foi entrevistado em um programa de televisão (Roda Viva – 5 de Novembro de 2007) no qual, se dizendo um “ativista político” que defendia a paz, a justiça, a gratuidade da assistência médica, o combate à fome e às queimadas, inclusive na Amazônia, negou veementemente a veracidade de muitos conceitos emitidos no roteiro do filme “O amor é contagioso”. Inclusive, afirmou nunca ter dito que “rir é uma medicação”, e sim que “a amizade, este sim, é o melhor remédio”.

A Risoterapia, ou terapia através do riso, representa um descondicionamento de atitudes e hábitos perniciosos arraigados na personalidade para viver com amor e felicidade, envolvendo auto-estima, amor próprio e bom humor.

O riso é um grande estimulador, suficiente para mandar uma ordem para o cérebro, diretamente ao hipotálamo, e sintetizar as endorfinas, mais precisamente as beta endorfinas, que são substâncias analgésicas similares à morfina, mas com potência analgésica cem vezes maior.

Essas substâncias são produzidas nas situações de riso, gargalhadas, alegria e em todos os momentos em que há bom humor. Além do mais, observou-se que quanto mais ampla e “gostosa” a gargalhada, ou mais efusiva a risada, maior será a síntese de produção de endorfinas, que podem ser chamadas, inclusive, de “hormônios da felicidade”.

No Brasil, a Risoterapia está representada pelo Clube da Gargalhada do Brasil, o primeiro Clube da Gargalhada da América do Sul, fundado em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 2 de Março de 2004 pelas professoras Dra. Úrsula L. Kirchner e Mari Tereza N. Vieira

As imagens que seguem mostram os dois “Patch” Adams: o terapeuta-palhaço, em toda a sua exuberância de artista e médico, e o entrevistado, polêmico e nada satisfeito com o sucesso de “seu” filme.


CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".