- Ano I - nº 12 - Novembro e Dezembro de 2007.                                                Direção: Osiris Costeira

LEITURA CORPORAL - Osiris Costeira.

A doença como sintoma: doenças da pele.

A pele é o maior órgão do corpo humano e apresenta uma série de funções na manutenção da homeostase e do bem estar da vida, inclusive a demarcação dos limites físicos entre os pólos interno e externo, e a fronteira com o mundo material e a realidade palpável. Com isso, a pele recobre todo o corpo humano, tornando-se a superfície de todos os órgãos internos e sendo o efetor de qualquer manifestação interna, externalizada. Conseqüentemente, a localização da manifestação externa tem uma razão de ser de seu órgão referente.

A pele, antes de mais nada, estabelece um contato entre as pessoas através do toque, seja ele de agressão ou de carinho. Representa, junto com os pulmões e os rins, formas de comunicação e comprometimento interpessoal, podendo, inclusive, haver a concomitância de problemas respiratórios e da pele como reflexos de dificuldades de interação no grupo social.

A coceira ou prurido talvez seja a mais comum das manifestações da pele, podendo estar presente em um sem número de dermatopatias. Mas, também, sem nenhuma causa aparente. Repentina. Sem nenhuma razão. Contudo, haverá sempre uma conotação de estímulo a algum órgão referente, e um certo quê de agressividade e insatisfação. É preciso coçar e arranhar a pele para se descobrir, pelo menos simbolicamente, o que está atormentando e irritando naquele momento. Os exemplos são os mais variados possíveis, devendo se ter em mente a representatividade do local do prurido, como o prurido vulvar da candidíase, podendo chegar a lesionar a vulva tal a intensidade e “agressividade” da coceira. Quadros desse tipo são vistos tanto nos serviços de ginecologia quanto nos de psiquiatria, pelo rico conteúdo psíquico de uma sexualidade insatisfeita, não exteriorizada pelo diálogo ou mesmo pela razão consciente. O prurido nas pernas, às vezes repentino e sem causa aparente - inclusive os de causa eczematosa - falam da necessidade de estímulo a novos caminhos pela insatisfação dos atuais, por carência de afeto e/ou valoração.

A acne é outra patologia comum da pele, principalmente, na adolescência, em que a puberdade explode com a ação de seus hormônios e o desejo sexual aparece como o seu grande conflito. Dependendo da época analisada e das características socio-religiosas do indivíduo, a sexualidade se torna um grande problema, inclusive “pecaminoso”. E a vergonha da própria sexualidade se transfere para a vergonha de exibir as “espinhas” que só se manifestam, curiosamente, em locais da pele mais expostos, como o rosto, o colo e as costas. A acne fala de um mecanismo de autodefesa pois dificulta os contatos, impedindo a sexualidade. A terapêutica da medicina clássica é o uso de anticoncepcionais, que protegeriam (?) o jovem se sucumbisse ao desejo e ativasse a sua sexualidade plena através do relacionamento sexual. Geralmente a medicação é plenamente eficaz, fazendo com que, lentamente, a acne desapareça. Sua função não seria mais necessária.

A psoríase é também comum, e se manifesta através do aparecimento de pápulas e placas esbranquiçadas, secas, que descamam pelo atrito, surgindo superfícies vermelhas semelhantes a escamas. Localiza-se, preferentemente, nos joelhos e cotovelos, além das plantas dos pés e palmas das mãos e no sacro. A camada calosa externa da pele nos faz lembrar uma couraça, uma armadura protetiva, colocando-se verdadeiros limites novos ao interno que desejar externalizar-se, e ao externo que pretenda introjetar-se. As suas localizações mais comuns já falam, principalmente, em caminhos e autoconfiança; contudo, por trás de toda forma de defesa existe o medo do ataque, e quanto mais poderosa a armadura mais poderoso se concebe o inimigo. Insegurança, medo e eterna necessidade de defesa a inimigos virtuais e imaginários, são as características deste cavaleiro andante empedernido.

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".