- Ano V - nº 7 (47) - Junho de 2011.                                                                Direção: Osiris Costeira

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA - Gabriela Saliba - gabriela.saliba@claro.blackberry.com

Medicina Chinesa, a sabedoria que vem do oriente

Mais de três milênios de sabedoria, de uma filosofia apaixonante e visionária, a Medicina Chinesa é um universo à parte que aos poucos conquistou o ocidente, até tornar-se uma “coqueluche”. E hoje é encontrada nas empresas, na forma de atendimentos de Shiatsu para os funcionários, e até na praia!

As suas raízes encontram-se no “Livro das Mutações” (I Ching) que influenciou a ciência, a filosofia, a arte e toda a sabedoria do povo chinês, fazendo com que a Medicina Chinesa se mostre, desde o seu início, voltada para o entendimento e a devida manipulação da ENERGIA existente no ser humano.

A Medicina Chinesa chegou ao Ocidente através das viagens à China de comerciantes e, posteriormente, pela imigração chinesa. Mas o seu grande crescimento no Ocidente se deve à atuação do diplomata francês George Soulié de Morant (1878-1955), especialista em China e Cônsul francês em diversas regiões da China, que se encantou com a Acupuntura e passou a divulgá-la para todo mundo ocidental, principalmente para a Europa, quando retornou à França.

Há um vasto leque de opções de ferramentas terapêuticas como Moxabustão, Ventosas, Auriculoterapaia, Fitoterapia e Dietoterapia Chinesas, Qi Gong, Tui Na e a Acupuntura; mas o objetivo fundamental é o reequilíbrio energético, seja qual for o caminho terapêutico escolhido.

E os pilares fundamentais para a qualidade de vida ideal são os mesmos do ocidente: respirar de forma equilibrada, tranquila, comer de forma saudável e devagar, com atenção plena, praticar atividade física sem exageros, buscar o equilíbrio emocional. A diferença está nos detalhes...

A ótica diferenciada dos orientais, voltada para uma leitura não só física, mas também psicossomática de ver órgãos como emoções, mostra o quanto estes sábios homens de olhos puxados já estavam anos-luz a nossa frente.

Isso sem falar na anamnese chinesa (avaliação energética) que inclui analisar a língua, pulso, cheiro e cor do paciente, além de uma série de perguntas incomuns para muitos, com as quais podemos compreender melhor o funcionamento interno de nosso paciente, e instituir uma terapia.

Além de considerar, fundamentalmente, a existência de uma estrutura energética para além do corpo físico, energia esta que circula por canais, não visualizados anatomicamente, denominados Meridianos, a base da Medicina Chinesa é a Teoria do Yin e Yang, onde tudo está em constante movimento, e o objetivo é buscar o equilíbrio.  Por serem forças opostas são complementares, acreditando-se que tudo tenha seu lado Yin e Yang, e em cada Yin a semente do Yang, e vice-versa.

A outra base fundamental desta forma de trabalho está na Teoria dos Cinco Elementos, uma tabela enorme com cores, sabores, emoções, órgãos, estações do ano, grãos. E entendemos que somos influenciados a todo o instante com as mudanças da natureza e de nossas emoções.

O homem moderno tem cedido cada vez mais a esses saberes, que cada vez mais se mostram atuais. Por exemplo, os orientais sabem há milênios que o baço tem influência direta na energia que rege nossa imunidade. E os cientistas de Harvard publicaram na revista Science artigos sobre o assunto somente nos últimos séculos!

Sábios homens dos olhos puxados que durante séculos observam a Natureza e a relação do homem com ela...

Nos próximos artigos tentaremos reviver vários aspectos desta imensa sabedoria, para que possamos utilizá-la e viver como eles gostariam que vivêssemos: mais felizes.

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".