- Ano XI - nº 3 (79) - Agosto / Novembro de 2017.                                             Direção: Osiris Costeira

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA - Osiris Costeira - osiris.costeira@uol.com.br

Diagnóstico: A Língua

 

Uma língua de compleição normal deve ser vermelho-claro, brilhosa, úmida, não pequena nem envelhecida e com movimentos ágeis. A saburra deverá ser pouco espessa e de cor clara.

O que primeiro é observado na língua é a sua coloração como um todo. De modo geral, nesta observação, vemos o estado do Sangue (Xue) no indivíduo.

Uma língua rosada, com uma umidade normal e uniforme é considerada como um sinal de saúde. Uma língua pálida indica uma deficiência do Xue em nutrir o corpo. Neste caso, ou o Xue não está sendo gerado corretamente, por alimentação insuficiente, por exemplo, ou a Energia (CHI/QI) está muito fraca, tornando-se incapaz de fazer o Xue chegar nas extremidades do corpo.

Uma língua arroxeada indica de forma geral uma dificuldade na circulação sanguínea.

Quando temos uma língua avermelhada, isso é sinal de hiperatividade interna, o que na linguagem da MTC chamamos de Calor.

Essa diferenciação quanto à coloração do corpo da língua é o ponto mais importante e abrangente na análise da língua e de modo geral é bem simples de ser observada.

Assim, todos nós podemos observar nossa língua periodicamente pois nosso corpo tem como mecanismo dar sinais antes de qualquer patologia se instalar, e a língua é um dos principais meios de se detectar esses sinais.

Em uma consulta de Acupuntura o terapeuta irá observar detalhes mais específicos como a quantidade e a coloração da saburra da língua, além de alterações em regiões específicas da língua, como, por exemplo, fissuras na região central da língua que indicam um desgaste das funções do estômago.

A saburra é um subproduto fisiológico da digestão dos alimentos e dos fluídos realizados pelo estômago. Também pode identificar alterações patológicas no corpo humano.

Com relação à forma e umidade da língua, ela pode ser rígida, flexível ou tremida, opaca ou brilhosa com umidade, atrofiada ou inchada, fissurada, com manchas, etc. Estas características indicarão o grau de umidade no corpo, abundância ou não de Xue e o estado dos fluídos corpóreos - Jin Ye.

E quanto à mobilidade lingual, a língua rígida indica estagnação dos canais energéticos e patologias associadas a esta estagnação, como dificuldade para pronunciar palavras. Quando mole e atrofiada, associa-se a deficiências, podendo ser tanto de  Qui , como de Xue, ou ainda de ambos.

A língua e sua correspondência no corpo

Descrição: http://gilbertoconde.com/img/Conteudo/diagnostico-lingua.png

Além de classificar cor, umidade, mobilidade e saburra, a MTC também associa regiões da língua aos diversos meridianos energéticos do corpo.

A raiz da língua é associada aos meridianos do Rim, Intestinos Grosso e Delgado e Bexiga. A região central, dorso da língua, remete aos meridianos do Baço-Pâncreas e Estômago. O meridiano do Fígado é associado às laterais. Na região mais apical, faz-se o diagnóstico sobre os canais de energia do Coração e do Pericárdio. A energia do Pulmão é observada no dorso da língua, mais próximo ao ápice.

É importante considerar que o diagnóstico pela língua não é uma análise isolada, mas sim um importante e poderoso fator a ser observado, diante dos muitos recursos oferecidos pela MTC ao terapeuta.

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".