- Ano II - nº 9 (49) - Agosto de 2011.                                                                     Direção: Osiris Costeira

REIKI - Angela Dumans e Mello Costeira - angelacosteira@gmail.com

Ilumine Hoje o Futuro das Crianças

 

Como diz Toquinho em sua canção: “Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada... ninguém podia entrar nela não... na rua dos bobos, número zero.”

Essa música me leva às crianças, e me faz pensar no corpo delas como uma casa que “os bobos de plantão” tentam invadi-la com medicamentos, com variadas suposições de sintomas, sem respeitar o Ser que ali habita, a Energia que os alimenta e nutre, confundindo cuidado com invasão.

Se o pequeno está mais silencioso, já é considerado “doentinho”; se prefere ficar mais sozinho, mais calado, um bonito cartão de visita de um consultório é apresentado como o caminho da solução. Na escola, então, nem se fala: tudo vira TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) e as professoras ostentam rapidinho o diagnóstico tão em moda...

Criança não tem o direito de vivenciar “o seu mundo” a seu modo? Tem que ser nos padrões pré-estabelecidos por “normas de conduta” que os uniformizam e os robotizam dando-lhes a aparência de soldadinhos de chumbo, de fantoches, ou de marionetes?

Criança é a mais “escancarada” representação de Energia REIKI. Permitamos que essa floresça, se desenvolva e se espalhe. Ao tomar conhecimento dessa grande ferramenta, desse escudo, muita coisa se “iluminará”, esclarecendo, para si e para os outros, formas de conduta, reações não entendidas, comportamento.

Para um melhor entendimento dessa Energia, e para que se “ilumine hoje o futuro das crianças”, nada melhor do que um Curso de Reiki Infantil, onde os chakras, com seus símbolos e cores, os mantras e os yantras são ensinados de acordo com o nível e idade dos alunos.

Nesses cursos, através de exercícios de meditação, as crianças ficam deitadas no chão, com os olhos fechados e respirando suavemente, e, aos poucos, entrando em contato com o seu interior. Mais tarde, aqueles que quiserem se manifestar o fazem, através de gestos, mímica ou palavras.

Tudo muito simples, sem grandes técnicas, sem muitas regras ou planejamento. O mais importante é deixar fluir as reações/emoções, sem necessidade de interpretação, análise ou julgamento. O que “vier à tona” em cada um, é reconhecido como uma exteriorização do que precisava “sair, por para fora, exteriorizar.”

Sentados ou deitados, fazem o exercício e a prática da respiração, onde aprendem a conduzir e a sentir o ar no diafragma, no abdômen, na coluna, alternando a entrada e saída pelas narinas. Tudo muito simples, dando-lhes a sensação de conforto e bem estar.

Na parte lúdica, são aplicados jogos, quebra-cabeças, palavras cruzadas para que se exercite o que foi aprendido, assimilado, e treinando um aproveitamento natural da matéria dada: nome dos chakras, cores de cada um, localização, símbolos (dependendo do nível e idade), mantras e yantras.

Num círculo, ao final do encontro, quem quiser falar de algum sonho ou experiência, mostrar ou fazer algum desenho, pode se manifestar. É apenas um fechamento da reunião, não necessariamente analisado ou julgado.

Esse tipo de “resposta” será encontrado dentro de cada um, sendo um dos principais objetivos do REIKI: um mergulho para dentro de si mesmo, a atenção voltada para cada um, vivenciando o AGORA que as crianças fazem tão naturalmente.

Trata-se de um exercício/treinamento para que a cada dia se “reconheça” os sinais a nossa volta, se descubra esse mundo interno tão rico de Paz, Amor e Graça, e ao ser reconhecido a nossa vida cá de fora se ilumine, nos levando a um caminho de luz, bem estar e alegria.

Desta maneira, imaginemos uma grande orquestra cujo Maestro se chama REIKI. Ele rege os instrumentos com habilidade para que a afinação e o ritmo sejam perfeitos. E isso só se consegue com A e R: A de Amor, e R de Respeito.

Esses são alguns dos elementos que vão nortear os princípios desse conjunto, para que os nossos dias, o nosso caminhar, a nossa vida se assemelhem a uma melodia bem feita, de som agradável: a nossa conduta.

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".