- Ano II - nº 2(14) - Fevereiro de 2008.                                                                     Direção: Osiris Costeira

ASSUNTO EM DESTAQUE - Wagner S.M. Baptista.

Salto Quântico e as Terapias Naturais e Holisticas.

O salto quântico é uma brilhante investigação da habilidade de um aspecto da consciência, a mente, em corrigir espontaneamente outro aspecto da consciência, o corpo.

Desde os primeiros tratados a respeito da “física quântica” , continua sendo um mistério para a maioria das pessoas o contexto quântico. Mas, quando se compreende o significado da descoberta dos neuropeptídios, a compreensão do quantum(1)exige apenas mais um passo. Essa descoberta foi muito importante por ter mostrado que o corpo é suficientemente fluido para se misturar à mente.

O neuropeptídio(2) não é um pensamento, mas move-se como ele e serve como ponto de transformação. O quantum faz exatamente a mesma coisa, só que o corpo estudado nessa questão é o universo ou a natureza como um todo.

Um neuropeptídio aflora na existência ao toque de um pensamento. Um pensamento de medo e a substância em que ele se transforma estão de algum modo ligados a um processo “oculto” na transformação da não-matéria em matéria.

A mesma coisa acontece em toda a natureza, só que não costuma-se chamar esse processo de pensar. Quando chega-se a nível dos átomos, a paisagem não é mais feita de objetos sólidos movendo-se à volta de outros, seguindo passos previsíveis.

As partículas subatômicas são separadas por enormes espaços, numa proporção específica para cada átomo. Portanto, tudo o que é considerado sólido é tão vazio quanto o espaço intergaláctico.

Como essas tão vastas extensões de vazio, salpicadas de longe em longe por partículas de matéria, podem se transformar em seres humanos? Para responder a essa questão é necessária uma perspectiva quântica. Com a compreensão do quantum, entra-se numa vasta realidade que abrange desde os quarks(3) às galáxias. O comportamento de realidade quântica acaba ficando muito íntimo. De fato, ela é a linha mais tênue que separa o corpo humano do corpo cósmico.

O importante no modelo quântico é a compreensão de que o pensamento pode modificar a intensidade da função de onda quântica que é uma onda capaz de viajar mais rápido do que a luz. A função de onda modificada é, em geral, imprevisível antes que a impressão obtida em decorrência da interação em nossa consciência. É a entrada de uma impressão em nossa consciência que altera a função de onda, porque ela modifica nossa avaliação das probabilidades para diferentes impressões que esperamos receber no futuro. É nesse ponto que a consciência, inevitável e inalteravelmente, entra na teoria.

Um quantum de eletricidade, o elétron, nada mais é do que um pacote de ondas na superfície do campo de energia, consciência que permeia todo o universo. Como afirma Itzhak BENTOV ( 1991,p.19 ): “ O elétron é uma unidade de pura consciência que vibra”.

A matéria sendo constituída por quanta de energia, seria o componente vibratório, visível e manifesto, da pura consciência. Matéria e consciência seriam simplesmente aspectos diferentes de uma mesma realidade energética universal.

A visão holística é uma atitude diante da realidade, uma maneira de compreender o mundo, um espaço onde é possível um intercâmbio entre ciência, arte, filosofia e tradições espirituais. É o que as tornam interativas. É a transdisciplinaridade buscando a unidade do conhecimento através dos princípios comuns a todas elas.

Não se trata de uma “nova corrente filosófica” ou “religiosa” ou ainda de uma nova ciência se opondo às ciências antigas.

A holística é o local onde se desenrolam as ações já existentes e podem encontrar-se na busca de soluções criativas para problemas específicos da nossa época, levando em conta a experiência do passado.

São interpretadas erradamente as informações veiculadas por pessoas que desconhecem o contexto da questão holística. Os obstáculos provêm de duas áreas principais: de um lado, o setor conservador da ciência que defende o antigo paradigma através da intransigência com relação a tudo o que é considerado “princípios novos”. Que se extinguem, como assinalou Thomas Kuhn(4) , apenas com o desaparecimento dos seus protagonistas. Eles geralmente imaginam que o novo paradigma holístico é contra as especializações e sentem-se ameaçados na sua própria existência como cientistas.

O que a abordagem holística exige é a abertura de espírito dos especialistas para outras áreas vizinhas ou distintas, a dissolução das tendências reducionistas e, sobretudo, a adoção de uma ética natural ou provisoriamente fabricada, para impedir que as aplicações tecnológicas irresponsáveis levam a humanidade para um desastre de conseqüência previsível.

Do outro lado, há os extremistas do paradigma holístico que rejeitam o passado em bloco. O conceito do “Todo” pode levar facilmente ao totalitarismo, quando exclusivamente enfatizado. E quantos milhões de seres humanos foram dizimados em nome de conceitos diferentes e equivocados desse mesmo “Todo”. É a queda num certo reducionismo “alternativo”, palavra muitas vezes mal interpretada e que, na sua origem, significa “alternativa à destruição”. Como diz Pierre WEIL(5) (1989):

"Todos os esforços sérios visando precisar os conceitos e clarear o significado do holismo, devem ser encorajados. Alerta ao grande público e aos profissionais em geral sobre a urgente necessidade de superar as anomalias da normalidade, as opiniões, atitudes, comportamentos e hábitos, dotadas de consenso social e patogênicas, em diversos graus de intensidade" (p.70).

A abordagem holística da realidade possui dois fundamentos distintos e complementares que são a holologia e a holopráxis.

A holologia, referindo-se à teoria e experimentação do modelo holístico. Segundo critérios científicos rigorosos, a holologia é o enfoque intelectual, especulativo e experimental da holística. Consiste nas atividades acadêmicas e científicas comuns, onde através do raciocínio lógico prepara-se o intelecto para empreender a aventura da especulação filosófica, da compreensão e discussão dos textos, da elaboração das idéias.

A holopráxis compreende o conjunto de métodos e experiências de condução a vivência holística de natureza transpessoal, (experiências holísticas). Inclui todas as atividades desenvolvidas a nível da sociedade que tenham por objetivo construir pontes sobre todas as fronteiras, além de atitudes que visem a busca de uma vida harmoniosa, onde predominem sentimentos de cooperação, altruísmo, liberdade e prática de valores éticos.

Com esta abordagem, ao ativar a interação hemisférica cortical(6) , procura-se lançar pontes sobre todas as fronteiras que subdividem o conhecimento e a vivência humana. Pretende-se desenvolver, através de seus estudos, o que pode-se denominar de holoepistemologia que é a filosofia da ciência. Num sentido geral e amplo, é o estudo das teorias do conhecimento, segundo vários registros e diversas concepções de conhecimento.

Com esta conceituação, mostrar-se as técnicas de manipulação bioenergéticas ou “ o paradigma das técnicas de manipulação bioenergéticas” se relacionam intimamente e de maneira harmônica com as terapias naturais e holísticas.

Obs: Reveja artigo As Principais Técnicas de Manipulação Bioenergética e as Fontes de sua Origens de Setembro de 2007.


1 - Quantum - Do latim, significa “quanto”. Descreve a menor unidade a ser chamada de partícula. Um fótom é um quantum de luz, porque não se pode dividi-lo em partículas menores.
2 - Neuropetptídeo - Moléculas mensageiras, neurotransmissores, conjunto de substâncias químicas sintetizadas e liberadas pelos neurônios.
3 - Quarks - Prótons e nêutrons são constituídos de quaks, o nome genérico dos quanta fundamentais, que se apresentam em tripletos de diversos tipos, sendo muito pequenos para se medir com aceleradores atuais. São tratados como partículas pontuais.
4 - Thomas Samuel Kuhn (1922 - 1996) Cientista e filósofo. Nasceu em Cincinati, Ohio, (EUA), doutor em física pela Universidade de Harvard 1956. Sua obra gira em torno da noção de paradigma científico e da incomensurabilidade entre os paradigmas. Seu estudo sobre a estrutura das revoluções científicas é o texto que trouxe à tona o uso do conceito de paradigma nos anos 1970/1980.
5 - Pierre Weil - Doutor em psicologia, fundador da Associação Internacional de Psicologia Aplicada, Strasbourg – França – 1924.
6 - Córtex cerebral - Substância cinzenta situada na superfície dos hemisférios cerebrais e formada pelos corpos celulares dos neurônios. Cada uma das áreas do córtex cerebral controla uma atividade específica do cérebro, é responsável por muitas das funções mentais mais complexas.

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".