- Ano III - nº 5(26) - Setembro de 2009.                                                                     Direção: Osiris Costeira

YOGA - Sri Ananda Deha - anandadeha@gmail.com

Bhagavad Gita nos Tempos Atuais: II.

A Canção do Senhor nas palavras de Paramahansa Sri Nithyananda – Capítulo 2

Saudações positivas e amorosas a todos os leitores.  Neste artigo trago uma luz sobre os ensinamentos da grande escritura sagrada nas palavras de um dos grandes mestres da atualidade: Paramahansa Sri Nithyananda (para saber mais sobre o mestre ver www.dhyanapeetam.org). Trata-se do discurso proferido pelo mesmo entre os dias 04 e 21 de Setembro de 2005, no Malibu Templo, Los Angeles, USA. Resolvi trazer a sinopse na íntegra, devido a sua importância para os dias atuais. Espero que gostem! Com a palavra, o grande mestre:

“O Bhagavad Gita foi a dádiva de Lord Krishna para o mundo através de Arjuna.”

Aqui, o Mestre discursa sobre ele e o desmistifica na linguagem do aqui e agora. Ele mostra sua relevância dentro do contexto de nossas vidas. Através dele, o Mestre estende uma ponte entre o antigo sistema de misticismo e o moderno sistema da lógica. Ele encapsula o infindável oceano de sabedoria dentro de gotas de fácil digestão. Ele nos urge a passar do entendimento à experiência. Ele quebra nossos condicionamentos e cria um espaço para nossa evolução. Ele promete a Suprema Experiência ao buscador sincero. Ele o lembra incisivamente de que você é Deus.  

Capítulo 2: Você é Deus!

Los Angeles set/2005 2º dia

“Nós estamos sempre falando. Mesmo quando não estamos falando, estamos preparando o que dizer em seguida. Nós nunca escutamos. É preciso verdadeira inteligência para realmente escutar. Krishna simplesmente escuta Arjuna no primeiro capítulo do Gita. Ele pacientemente permite que Arjuna fale, de modo a perceber a profundidade da depressão e confusão pelas quais ele está passando. Ele analisa de onde estão vindo os pensamentos de Arjuna. Arjuna fala. Ele abre a boca, mas na verdade o que ele abre é seu Ser.

Nesse contexto, Krishna é um mestre Zen. Ele imediatamente encara a questão. Ele instrui Arjuna a lutar. Em essência, Arjuna tem medo. Todo seu problema é depressão causada pelo medo. Os dois primeiros slokas são suficientes. Se Arjuna puder executar isso, ele irá atingir a Iluminação. Se ele puder perceber com todo seu Ser que Krishna é Deus, se ele puder render-se através da devoção, esses dois slokas (como se fossem “parágrafos” de uma escritura) são suficientes. Por ele não ser capaz de entrar na atmosfera do stotra (escritura para aqueles movidos pela emoção), Krishna tem de trazer shastras (escrituras para os tipos intelectuais) até ele. Ele tem de oferecer a experiência a Arjuna, pois ele não está suficientemente maduro.

Krishna declara, “Você é Deus”. Arjuna não está pronto para acreditar nisso até que Krishna expresse sua própria divindade, provando que ele próprio é Deus. Arjuna diz “minha alma está entregue a você”. Isto é uma mentira. Se fosse verdade, ele executaria o que Krishna diz nos dois primeiros slokas, e não necessitaria da explicação intelectual. Essa entrega é puramente verbal. Na verdade, o que realmente significa é que ele está pronto para ouvir e entregar-se ao que ele deseja ouvir da boca de Krishna. Ele não está pronto para a Verdade.

Krishna diz que não houve um tempo em que você não tenha existido; você estará aqui para sempre. O passado, presente e futuro são apenas palavras; você existirá além delas. Você somente terá essa experiência quando cair dentro do momento presente; então, você conhecerá sua fonte; você irá vivenciar seu Ser.

Krishna diz que você está além do tempo, mas neste momento, você está preso na mente. A mente nada mais é que a oscilação de pensamentos, do contínuo movimento para frente e para trás entre passado e futuro. Quanto mais alta a frequência de pensamentos, mais longe você se encontra do momento presente.

A mente humana só pode receber alguns poucos conceitos num determinado momento. Uma vez que tenhamos digerido e entendido um conceito por completo, ele é suficiente. Do contrário, estamos meramente colecionando conceitos. Estamos somente ganhando “gordura mental”, somente empilhando conhecimento, não atingindo entendimento.

O Bhagavad Gita é o único livro que nos ensina a viver. É o livro da Espiritualidade Quantum. Ele ensina a viver completamente tanto no material quanto no espiritual. O Gita ensina que você pode ter os dois ao mesmo tempo. Não é preciso escolher. Na realidade, é somente quando vivemos intensamente em ambos que enxergamos a Verdade. Tudo que é preciso é um pouco de abertura e sensibilidade e veremos Deus em qualquer forma, onde quer que estejamos.

Eu não estou aqui para provar que eu sou Deus. Eu estou aqui para provar que você é Deus.”

Hari Om Tat Sat!!!

“Quando você medita continuamente, você fica tenro e vulnerável. Você fica poroso, sensível e atento. Você verá que sua Consciência está se ampliando a todo momento. Sua Consciência determina seus sentimentos e ações. É por isso que, repetidamente, eu lhe peço que medite. Purifica sua Consciência. As coisas ficarão mais claras para você.

Você poderá sentir seu centro passando da sua mente ao seu coração. Quando a distância entre a sua mente e você aumentar, seu Ser inteiro começará a vibrar com um sentimento diferente, e esse sentimento é a satisfação, uma realização profunda, um amor profundo sem motivo - pelo Todo, um sentimento contínuo de felicidade e êxtase.”

 

CONTATO

fale conosco, tire suas dúvidas, fale com os terapeutas, opine sobre os artigos e dê sua sugestão de conteúdo.

BIBLIOTECA/LINKOTECA SELECIONADA

Nosso objetivo é formar um banco de referências bibliográficas das diferentes Terapias Holísticas, para consulta de todos os interessados em mais detalhes sobre determinado assunto. Seria muito importante, e verdadeiramente interativo, se recebessemos sugestões , objetivando uma das finalidades do site Terapia de Caminhos que é compartilhar experiências e conhecimento. Clique aqui para acessar a terapia que deseja uma bibliografia selecionada para consultas.

"As opiniões emitidas nos textos do site são de exclusiva responsabilidade de seus autores".